(19) 3755.7900 | (19) 98976.2973
bompeso@bompeso.com.br
Av. Orozimbo Maia, 2205. Campinas/SP

Pesquisa por Marca ou Texto

 

Pesquisa por Ramo de Atividade

 

Projetos

Projetos

Projetamos sua cozinha industrial sob medida, do melhor jeito que você desejar.

Saiba mais
30Jun

Tendências de mercado para ficar de olho em 2020

O Ministério da Saúde assinou um documento junto a diversas associações de fabricantes de alimentos para reduzir o açúcar dos alimentos processados

O Ministério da Saúde, apesar das recentes mudanças ocorridas durante a pandemia, assinou um documento junto a diversas associações de fabricantes de alimentos para reduzir o açúcar dos alimentos processados em 144 mil toneladas até o ano de 2022. Isso porque, de acordo com o ministério, o brasileiro consome em média 80 gramas de açúcar diariamente, quando a recomendação da Organização Mundial de Saúde é de que este valor não ultrapasse os 50 gramas ao dia. Ainda assim, a OMS explica que o ideal é que se consuma no máximo 25 gramas diariamente, o que equivaleria a cerca de 5% da ingestão calórica diária. 
Não é segredo que a população brasileira vem sofrendo de uma verdadeira epidemia de obesidade nas últimas décadas, o que se deve a inúmeros fatores, tais como aumento no consumo de alimentos industrializados e processados, incremento da quantidade de aditivos e açúcares neste tipo de produto, falta de tempo para preparar as refeições, preços elevados dos alimentos diet, light, bem como alimentos que contenham ingredientes de melhor qualidade. Por isso, muita gente acaba optando por produtos baratos e que podem ser preparados rapidamente, como é o caso das misturas pré-prontas de bolos, pães, doces, congelados. Muitas vezes, os consumidores sequer se dão conta do quanto esses alimentos podem ser prejudiciais. A influência cultural norte-americana dos fast-foods também contribui para agravar as estatísticas de obesidade e sobrepeso, que ainda levam a outras doenças, como diabetes, hipertensão e aumenta o risco para diversas outras.
Por isso, a indústria de maneira geral e profissionais de cozinha tem se mobilizado para usar ingredientes naturais para a confecção de pratos mais saudáveis. Como um dos maiores produtores de alimentos do mundo, o Brasil oferece perfeitas condições para que legumes, frutas e verduras sejam utilizados de maneira criativa em preparações que até então, não haviam sido pensadas. Quer um exemplo? Os EUA têm sua tradicional torta (doce) de abóbora. Por aqui, temos doce de abóbora, de batata doce, curau de milho. 
Já existe um movimento de culinária saudável que tem ganhado muitos adeptos. Aliás, cerca de 15% dos brasileiros se declaram vegetarianos e muitos estão reduzindo o consumo de carne e produtos industrializados, em busca de uma vida mais saudável. Há receitas para todos os gostos: brigadeiro de abacate, onde a fruta substitui o leite condensado e oferece textura cremosa semelhante. Há sorveterias criando sorbets (sorvetes à base de água, mais leves e bem menos gordurosos que os tradicionais à base de creme inglês) de sabores inusitados como jiló, manjericão e tomate. Enquanto alguns preparos já são bem aceitos, outros ainda enfrentam preconceito ou, por falta de conhecimento, as pessoas tendem a evitar. Entretanto, a própria indústria alimentícia tem focado em oferecer opções de acordo com os novos hábitos: congelados reduziram a quantidade total de gordura nos preparados nos últimos anos, algumas preparações têm versões diet e light e as alternativas com ingredientes orgânicos, adequadas para vegetarianos e veganos estão se tornando cada vez mais comuns. 
Que tal dar uma chance ao seu paladar e experimentar receitas novas? Você não precisa necessariamente alterar a dieta, mas estar aberto a novas possibilidades pode ser uma boa ideia. Se ficar mais fácil, comece trocando o tradicional pãozinho da padaria por um pão artesanal ou massa de pizza de fermentação natural. Com o tempo, você pode explorar novos sabores que, com certeza, vão te surpreender!
E se você tiver um restaurante, bar, lanchonete ou padaria, vale ficar de olho nessas tendências! Afinal, ninguém quer perder clientes por não oferecer opções adequadas a todos os paladares, não é mesmo? Tome como exemplo as churrascarias, que oferecem desde saladas, comida japonesa, massas até as carnes. Apesar de este último ser o carro chefe desses estabelecimentos, não dá pra assumir que todo mundo aprecie um churrasco, não é mesmo? Fique de olho para manter seus clientes e ainda atrair novos!
Princi Agência Web
Avenida Orosimbo Maia, 2.205 Bairro Cambuí. Campinas - SP. (19) 3755.7900 | (19) 98976.2973

BOMPESO - Equipamentos para Cozinhas Industriais. Todos os direitos reservados.